O estilo German Pils

A German Pils foi adaptada da Pilsner tcheca para se adequar às condições de processamento alemães, especialmente à água com alto teor de minerais e as variedades nacionais de lúpulo. Originalmente elaborada na Alemanha no início de 1870, tornou-se popular após a Segunda Guerra Mundial, quando as escolas cervejeiras alemãs colocaram ênfase em técnicas modernas.…

O Estilo American Pale Ale

American Pale Ale (APA) é um estilo de cerveja Pale Ale desenvolvido nos Estados Unidos na década de 1980. As American Pale Ales tem teor alcoólico em torno de 4,5 a 6,2%, com quantidades significativas de lúpulo americano tipicamente Cascade. Apesar dessa cerveja utilizar levedura e malte americanos, é o lúpulo americano que distingue uma…

Spiced Beer: Cervejas e Condimentos

A relação entre cerveja e culinária vai além da harmonização da bebida com o cardápio, ela está na própria fabricação da cerveja, nas cervejas condimentadas (Spiced Beers). O BJCP (Beer Judgement Certification Program) usa as definições comuns ou empregadas em culinária de especiarias, ervas e vegetais, e não aquelas botânicas ou científicas. Em geral, as especiarias…

O Estilo Vienna Lager

O estilo Vienna Lager deve o seu nome à capital da Áustria, Viena. É a lager âmbar original, desenvolvida por Anton Dreher, pouco depois do isolamento da levedura lager. Próxima da extinção em sua região de origem, o estilo continua no México, onde foi trazido por Santiago Graf e outros cervejeiros imigrantes australianos no final do século XIX. Lamentavelmente,…

A Escola Belga de Cerveja

A escola Belga, diferentemente da Alemã, não foi marcada por uma lei restringindo os ingredientes ou processos de produção. Por não ter pertencido ao Império Germânico, a Bélgica nunca foi submetida à Lei da Pureza de 1516 e tem a sua cultura cervejeira inalterada há séculos e é bastante diferente daquela encontrada na Alemanha. Na…