O Que um Psicolinguista Pode Nos Dizer Sobre Como Descrevemos os Sabores das Cervejas

Ilja Croijmans é um psicolinguista de profissão e mestre cervejeiro em seu tempo livre. É pesquisador no campo da psicolinguagem, que combina psicologia e linguística. Obteve seu doutorado no Centre for Language Studies em Nijmegen, na Holanda.

Seu trabalho, atualmente, é focado na forma como as pessoas descrevem os sabores e aromas de comidas e bebidas. Nesse nicho, Croijmans foi coautor de um estudo intitulado “Odor Naming Is Difficult, Even For Wine And Coffee Experts” (“Nomear odores é difícil, mesmo para enólogos e baristas”, em tradução livre), que mostrou que ambos especialistas não eram mais precisos ou consistentes que novatos quando descrevendo odores.

WEB_20170628_DraftMag_Linguist_Ilja-Croijmans_Irene-Geurts

Ilja Croijmans – foto de Irene Geurts

Você pode pensar então: certo, mas e quanto à cerveja? Croijmans então respondeu algumas perguntas sobre como seus estudos podem impactar o julgamento de cervejas bem como sua apreciação no dia-a-dia. Veja abaixo as perguntas e as respectivas respostas.

Por que sua pesquisa, até agora, está mais focada em vinho e café?

R: Na verdade, ela estava mais focada no vinho. O vinho é, assim como o café, uma fonte incrivelmente rica de aromas, que podem ser experimentadas ao se cheirá-lo e experimentá-lo. Em ambos os casos, o nariz está envolvido. O vinho difere em algumas dimensões, tipo de uva, país de origem, tipo de solo e, mesmo assim, temos muitas variedades. Existem muitos especialistas nas lojas (os vinologistas), nos restaurantes (os sommeliers) e nos produtores (os enólogos). A especialidade no vinho está bem definida. Para ser um sommelier ou um enólogo, você precisa passar por um intenso treinamento para conseguir essa certificação. Esses especialistas são interessantes pois falam e escrevem sobre os aromas dos vinhos com frequência.

Você considerou aplicar sua pesquisa para a cerveja ao invés do café ou vinho?

R: A cerveja é, também, muito interessante. Quando iniciei este projeto de linguagem de sabores, a revolução das cervejas artesanais estava apenas começando na Holanda. Nessa época tínhamos cerca de 200 cervejarias. Agora a cerveja é uma escolha interessante e óbvia agora, não o era na época. Hoje temos muitos especialistas em cerveja que penso serem adequados para participarem dos estudos também. Acho que a cerveja é amplamente discutida. Tudo que você encontra para vinhos (menus de vinhos, resenhas on-line, etc.), também encontra para cervejas. Muitos restaurantes oferecem um menu de cervejas para harmonizar com seus pratos.

enologo

Quais as implicações que sua pesquisa pode ter em termos de como entendemos e valoramos uma cerveja?

R: O que encontramos em especialistas de vinho é que, o quanto você fala sobre os sabores e aromas importa para tornar sua descrição melhor. Se a pessoa que está julgando a cerveja falar bastante sobre suas impressões, obteremos os mesmos resultados encontrados para os especialistas em vinho. Acredito que juízes, tanto de vinhos quanto de cervejas, são muito úteis. É muito difícil julgar uma cerveja baseado apenas em uma garrafa. Se um especialista descrever o sabor de uma forma que eu possa entender, me ajuda muito no processo decisório. Vejo, às vezes, que muitas pessoas não gostam de uma determinada cerveja que foi bem avaliada, por exemplo, uma Berliner Weisse. Elas esperam mais uma Weiss alemã tradicional, ou uma Wit belga. Se essas pessoas tivessem acesso a uma pequena descrição do sabor, talvez pensassem diferente. As descrições dos especialistas são muito úteis, especialmente dos novatos, que lutam para encontrar as palavras certas para cada sabor.

Como um apreciador casual de cervejas pode descrever melhor os aromas e sabores?

R: Com a prática, as pessoas podem descrever melhor os aromas e sabores. Uma degustação guiada pode ajudar. Deixe um especialista explicar quais sabores estão presentes em uma cerveja e veja se o apreciador casual consegue identifica-los também. Uma tabela de sabores também pode ajudar. Pode parecer especulativo, mas é importante que, no começo, a pessoa esteja familiarizada com as palavras usadas na descrição de uma cerveja. Depois de um tempo, o mais importante torna-se a prática do uso dessas palavras e sua aplicação em novas cervejas. Existem aplicativos que você pode escolher algumas descrições de sabores para cada cerveja que experimentar, o que é muito mais fácil do que descrever com as próprias palavras. Tornar-se um especialista em qualquer área, como na música ou no xadrez, por exemplo, exige tempo, em média 10.000 horas de prática deliberada, mas, mesmo apenas algumas horas de prática podem ajudar. É uma pena que não ensinamos as crianças a falarem sobre aromas e sabores, apenas sobre sons e coisas relacionadas à visão. As pessoas descreveriam melhor os aromas e sabores se aprendessem a prestar atenção neles desde pequenos.

beer_tasting

Degustações guiadas pode ajudar na prática de descrever os aromas e sabores

Você tem um estilo de cerveja preferido?

R: Não tenho um estilo preferido. Depende muito do contexto. Mas, alguns estilos gosto mais que outros. Gosto muito das cervejas azedas como Sour beers, Berliner Weisse, Lambic e Gueuze. De alguma forma a acidez continua interessante, enquanto as IPAs ou Stouts, por exemplo, se parecem mais entre si conforme mais exemplares experimento, embora eu realmente goste de IPAs. Também gosto de estilos combinados como Sour Stout e outras cervejas experimentais feitas com ingredientes inusitados.

sour-beers1-1000x667

Sua pesquisa mudou a forma com que você vivência o ato de beber cerveja?

R: Não acredito que minha pesquisa tenha mudado a forma que experimento cerveja. Já quanto a quais estilos bebo, a fabricação caseira de cerveja está mais relacionada a isso. Se você sabe como algo é feito, pode encontrar falhas e maneiras possíveis de melhorá-la. Porém, estou tentando ficar atento aos aromas e sabores presentes nas cervejas e escrevendo algumas palavras em cada uma delas, mesmo para aquelas que experimento mais de uma vez.

E você, consegue identificar e descrever todos os aromas e sabores nas cervejas que experimenta? Por aqui, iremos aproveitar a dica do psicolinguista e praticar o máximo possível, sempre com moderação.

 

Compre online em www.cervejariavirtual.com.br

 

 

 

 

 

 

Texto adaptado do original em inglês, da revista Draft Magazine.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s