O Sabor Agridoce da Tradição Cervejeira

trad_interno2

A tradição está em todo lugar no mundo cervejeiro. De rótulos a copos, até nomes e toda experiência degustativa, incluindo a cerveja propriamente dita e suas diversas formas de degustação. De todas as coisas que você pode encontrar nas prateleiras das lojas, a cerveja está entre as mais tradicionais possíveis.

Por mais amável que essas tradições possam ser, também podem sufocar a criatividade e ser uma desculpa para estagnação. A questão não é se a tradição é fundamentalmente boa ou má – é, sem dúvida, ambas – mas como celebrá-la e permiti-la aparecer sem tornar-se opressora ou uma ferramenta do pensamento preguiçoso. Pensar de forma apropriada sobre a tradição no mundo cervejeiro significa abraçar dois pensamentos opostos.

Todas as cervejas, clássicas ou experimentais, são parte de uma história maior, provenientes de um contexto cultural específico. Na verdade, qualquer forma de arte serve padrão para mais do que se pode ver, ouvir, e em nosso caso, degustar. A arte usa nossas experiências para mexer com nossa consciência coletiva, e a tradição é um caminho importante para esse destino.

Essas histórias de fundo, tecnologias e formas estéticas moldam as especificações da própria cerveja. Igualmente importante são nossas expectativas e atitudes que colorem a natureza de nossa interação com elas. Isto é o que faz a experiência artística tão ressonante e rica, especialmente para aqueles que apreciam esse contexto e conseguem entender as informações implícitas. Uma das coisas mais atraentes sobre a cerveja é sua natureza aparentemente inversa, pois cerveja é um produto familiar e reconfortante, seu passado está sempre presente. Esse contexto histórico está incutido na cerveja juntamente com o lúpulo e a cevada. A tradição tem o perfume intoxicante da nostalgia, deixando as pessoas desejosas por coisas tidas como fundamentais, legítimas e autênticas.

A batalha entre o bom e o não tão bom

A tradição pode ser uma poderosa musa. Uma vez que quase não temos novidades, a arte constantemente se recicla e dá novos contextos para ideias de outros tempos e lugares. É uma forma de expandir nosso universo de ideias, cervejeiros, por exemplo, sempre trabalham com estilos tradicionais, de uma forma ou de outra.

Assim como os agricultores estão se voltando ao genoma selvagem para conseguir uma característica específica, nós retornamos às tradições cervejeiras como repositoras do passado e janelas para novas formas de pensamento. As cervejas americanas modernas foram criadas nessa fundação. Inspiradas pelas culturas europeias, as novas culturas cervejeiras podem ter começado como réplicas dos estilos clássicos, mas, conforme os fabricantes interagem com o público e abraçam novos ingredientes, as cervejas tornaram-se algo novo e diferente de suas inspirações.

Isso ainda está acontecendo. Os estilos clássicos europeus foram quase totalmente espoliados. Veja o exemplo da Gose, essa peculiar variante da Sour Witbier germânica que agrada ao palato e é uma excelente base para qualquer coisa. Por outro lado, a tradição, abraçada de forma impensada, leva à morte criativa, torna-se engessada e deixa de ser uma cultura vibrante. Tradições extremas podem ser monstruosas, dogmáticas e caricatas, impedindo a inovação e o crescimento artístico.

trad_interno1

A tradição na forma correta

Um aspecto problemático da tradição é que ela é assunto para as fraquezas da percepção e do entendimento humano, diferindo, portanto, significativamente da história. Nosso desejo por uma boa história é tão grande que abraçamos a tradição mesmo quando não há (ou quase não há) verdade histórica nela.

Na verdade, este mecanismo de, incorretamente, remodelar a história é o principal condutor de mudanças e inovações, não apenas no mundo cervejeiro. Falando de política ou arteas, por exemplo, a história se perde de vista, tomamos as partes e as reconstruímos em algo útil e relevante para os dias atuais, muitas vezes em nome da tradição.

Nós, também, tendemos a ver as regras de uma tradição específica de forma mais rígida do que ela é em sua forma original. Uma definição de estilo em um livro ou competição pode ser precisa e definitiva, mas a realidade é muito mais bagunçada. Existia frequentemente muita variação de fabricante para fabricante. Então, quando invocarmos a tradição, precisamos ter certeza que estamos bem informados sobre o contexto por trás de suas diretrizes gerais.

Algumas vezes, as motivações mais nobres têm consequências não intencionais. No início da década de 1970, o tradicional Cask Ale inglês estava ameaçado pelos fabricantes, que estavam determinados a fazer o sistema mais moderno e eficiente, o que teria acarretado consequências desastrosas para o estilo. Um grupo chamado CAMRA (Campaign for Real Ale) deflagrou uma batalha para preservar esse estilo. Embora esse grupo tenha prevenido a extinção do Cask Ale, seus dogmas rígidos colocaram a cerveja inglesa em suspenção criativa. Enquanto nos EUA a cerveja estava florescendo, na Inglaterra ela parou de evoluir. Felizmente, uma nova onda fez com que as coisas se movessem novamente no cenário britânico.

Os produtores constantemente fazem pequenas alterações por motivos econômicos, práticos ou necessidades mercadológicas. Mesmo que eles queiram ficar firmes, sempre existe muita coisa além de seu controle: ingredientes, tecnologia, normas e muitos outros fatores. O malte, por exemplo, difere em sua genética e manufatura da safra de uma geração atrás. O mesmo é válido para quase todas as variáveis que afetam a cerveja. Isto cria outra distorção do que realmente significa tradição, tornando uma afirmação como “usamos a mesma receita por 400 anos” digna de risos.

Porém, afastar-se totalmente das tradições é algo tolo, especialmente para um produto tão imerso em emoções e memórias como a cerveja. Somos seres culturais, relutantes em aventurarmo-nos no rarefeito ar do absolutamente novo. Nós, amantes da cerveja, preferimos tinir os copos na companhia dos amigos e nos imergir nesse estranho e perigoso mundo da tradição.

Compre online em http://www.cervejariavirtual.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s