Termos Comuns do Universo Cervejeiro

Sintetizamos alguns termos mais comuns do universo cervejeiro para você, que está começando agora a aprender mais sobre cerveja e quer entender o que significam várias nomenclaturas que estamos ouvindo bastante com a nova onda de cervejas artesanais que estão surgindo no mercado, o que os blogueiros de cerveja estão falando, os podcasts, o que significam as informações nos rótulos de garrafas e latinhas.

Termo Descrição
ABV Abreviação para Alcohol by volume (alc/vol), unidade de medida para quantidade de alcool por volume de uma bebida determinada em percentual.
Açucar-Cande Trata-se de um tipo de açúcar especial utilizado como aditivo na produção de cervejas para aumentar o teor alcoólico sem interferir no corpo da bebida. Conhecido também como açúcar-cândi ou açúcar-de-farmácia.
Adjunto É um cereal não maltado adicionado à cerveja para servir como fonte de açúcar fermentável na produção de cerveja podendo ser trigo, milho, arroz ou aveia.
Adstringência É a sensação de contração e repuxamento na língua, provocada por algumas substâncias como o tanino.
Ale Família de Cervejas produzidas com levedura “Saccharomyces cerevisia” e fermentação em temperaturas que geralmente variam de 15ºC a 25ºC. Pronuncia-se “eiou”
Altbier A cerveja Altbier é um estilo alemão que utilizava métodos antigos na produção de cerveja. O termo alemão “Alt” significa “antigo” e o estilo de cerveja original da cidade de Düsseldorf.
Antioxidante É a substância adicionada à cerveja para protegê-la contra a ação do oxigênio, evitando a oxidação do produto.
APA Abreviação para American Pale Ale. Trata-se de uma Pale Ale mais lupulada que as demais
B.A. Abreviação para “Brewers Association” (https://www.brewersassociation.org/) que é um orgão internacional. Uma associação de cervejeiros que organiza eventos e é muito conhecida por seu guia de estilos de cervejas.
Bar Palavra tem origem do idioma inglês que significa “barra”. Era instalada entre os clientes e a prateleira de bebidas para evitar o acesso direto pelos consumidores.
Beer Cerveja em inglês. Pronuncia-se “Bíer”
Beer Barrel Trata-se de uma medida de volume equivalente a 119,23 litros nos (EUA) e a 163,65 litros no (Reino Unido). O Ale Barrel britânico armazena 146,47 litros.
Belgian Lace Espuma (creme) que permanece aderida na lateral do copo de cerveja à medida que a cerveja é consumida.
Bier Cerveja em alemão. Pronuncia-se “Bíer”
Biergarten Palavra de origem alemã que significa “Jardim da Cerveja”, são grandes espaços de convivência ao ar livre, nos quais se reúnem pessoas e boas cervejas, em um clima familiar, alegre e descontraído. Apesar de sua origem alemã, e no século XIX, o conceito recentemente vem se disseminando pelo mundo, com a boa receptividade de arquitetos e urbanistas modernos.
Birra Cerveja em italiano.
Bitter Sabor amargo que, nas cervejas, é conferido pelo lúpulo. Esse nome também é dado às cervejas inglesas tradicionais, geralmente servidas sob pressão.
BJCP Abreviação para “Beer Judge Certification Program” (http://www.bjcp.org/), é um dos orgãos internacionais sem fins lucrativos reguladores de estilos de cerveja, cidras e hidromel. Certifica Juízes para campeonatos de Cerveja.
Bock Estilo de Cerveja forte da Baviera, geralmente possui teor alcoólico elevado. É bastante comum que haja um bode nos rótulos das Bock (bode em alemão).
Brassagem É o processo de produção de cervejas.
Buquê Sensação organoléptica que traduz a complexidade dos aromas de cerveja produzidos por seus ingredientes e seu processo.
Cask Conditioned Método tradicional de condicionamento de cerveja Ale no Reino Unido. O chope assim chamado é armazenado no barril de madeira, onde recebe uma segunda fermentação e permanece durante alguns dias a baixa temperatura (aproximadamente 13°C) antes de ser servido nos pubs locais, sem necessidade de pressão artificial.
Cerveja Orgânica Cerveja elaborada com ingredientes naturais, sem adição de produtos químicos ou geneticamente modificados.
Cerveja Premium A legislação brasileira determina que a Cerveja Premium pode conter até 25% de cereais não maltados. A classificação é aplicada também por algumas cervejarias a seus produtos mais refinados (aqueles que utilizam melhores ingredientes e embalagens mais sofisticadas).
Cerveja Puro Malte Cervejas que utilizam 100% de malte de cevada como fonte de açúcar fermentável.
Cervoise Palavra francesa que indica a cerveja feita sem lúpulo. A partir do século XV, quando o lúpulo foi introduzido, os franceses passaram a chamar a nova bebida de bière.
Champenoise Método utilizado na fabricação produção de Champagne também aplicado para as cervejas. Conhecido também como ‘Tradicional‘ ou ‘Clássico‘, consiste na segunda fermentação dentro da própria garrafa. Durante 2 meses, as leveduras transformam açúcar em álcool, e consequentemente liberam gás carbônico, dando origem a perlage.
Colarinho Nome popular dado à espuma produzida pela cerveja e que se concentra na superfície do líquido quando é servida no copo. Em inglês, head; em espanhol: corona.
Corpo Sensação tátil da bebida em contato com boca e que nos dá a percepção de viscosidade e fluidez. Exemplo: Água é uma bebida sem corpo, um achocolatado é uma bebida com muito corpo (encorpada), densa, cremosa.
Densidade Final Grau de concentração de substâncias não-fermentáveis remanescentes na cerveja após a fermentação. Em inglês: final gravity (F.G.).
Densidade Original (inicial) Grau de concentração de substâncias fermentáveis e não-fermentáveis, dissolvidos do mosto, isto é, antes da fermentação. Em inglês: original gravity (O.G.).
Diacetil Substância volátil responsável por parte do aroma de diversos alimentos e bebidas, é um sub-produto de fermentação.
Drinkability Um dos critérios de avaliação de uma bebida, facilidade de beber e convidar o degustador a repetir a dose. Quanto menor é a vontade de beber outra dose, menor é drinkability da cerveja.
Dry Hopping É a utilização do lúpulo em etapas frias do processo de fabricação de cervejas (em flor ou pellets).
EBC Abreviação para “European Brewery Convention”, unidade de medida européia para classificação de cores e turbidez de cervejas, a paleta varia de 2 a 79.
Fermentação Processo natural das leveduras, que por meio de reações químicas em ambiente aeróbico converte açucares em alcool e CO².
Festbier Cerveja fabricada em determinadas ocasiões, para celebrar alguma data especial, como, por exemplo, Natal e Oktoberfest.
Gruit Antiga mistura de ervas, temperos e outros ingredientes usados para temperar e/ou aromatizar as cervejas antes do advento do lúpulo. Dependendo da região, essa mistura podia conter flores, raízes, ervas, cascas, etc.
Gushing O efeito da expulsão repentina da espuma ao se abrir a garrafa ou a lata de cerveja, provocada por agitação excessiva ou contaminação do conteúdo.
Home Brewer Cervejeiro caseiro, amador.
Hop Lúpulo em inglês, Pronuncia-se “Róp”
Hophead Termo em inglês para Lupulomaníaco, os cabeças de lúpulo. Veja em lupulomaníaco.
Humulus Lupulus Nome científico para o lúpulo.
IBU Abreviação para “Internation Bitterness Units”, unidade de medida de amargor para cervejas, varia de 0 a 120.
IPA Abreviação para o estilo britânico de cerveja “India Pale Ale”.
Keg Termo para barril de cerveja. Pronuncia-se “Quég”
Levedura São microorganismos unicelulares do reino fungi, conhecida também como fermento.
Lúpulo O Lúpulo é da espécie Humulus lupulus, da família Cannabaceae.
Lupulomaníaco Termo que identifica o apreciador de cerveja que prefere a presença marcante de lúpulo na composição da bebida, como apelo, seja do aroma ou do amargor.
Malte É o grão de cevada, trigo, sorgo ou centeio que passa pelo processo de malteação.
Malteação Processo de germinação controlada dos grãos. É dividido em 3 etapas: umidificação, germinação e secagem.
Mass / Krug Típico copo alemão que comporta 1L de cerveja.
Mosto Produto proveniente de água e malte aquecidos durante o início do processo de brassagem.
Off-flavor Qualquer aroma desagradável ou indesejado percebido na cerveja. Pode ser causado por problemas de oxidação, falta de higiene, ingredientes deteriorados ou transporte/ armazenagem inadequados.
On Tap Cerveja na pressão ou na torneira, o nosso chopp. Se quiser pedir um chopp em inglês, diga: “One Beer On Tap, please!”
Organoléptica A capacidade de uma substância – alimento ou bebida – de impressionar nossos sentidos (audição, olfato, paladar, tato e visão).
Pasteurização Processo descoberto por Louis Pasteur e desenvolvido no século XIX para redução ou eliminação de micro-organismos patogênicos presentes em determinados alimentos. Consistes basicamente em submeter a substância a uma determinada temperatura durante certo tempo.
Petainer É uma marca de Kegs e Coolers sustentáveis, transparentes, feitos de plástico. São mais baratos que os barris comuns.
Picância Sabor, como o da pimenta, que estimula, excita ou irrita o paladar.
Pilsen Estilo de cerveja clara típico da República Tcheca, conhecida também como Pilsner, surgiu na cidade de Pilsen na Boêmia.
Pint Unidade de medida para cerveja: Um Pint inglês equivale a 568,2 ml e um Pint americano equivale a 473 ml. Pronuncia-se “Páint”
Plato Unidade de medida para concentração do mosto.
Postmix Termo para barril de cerveja mais estreito que um barril comum, suporta até 60 PSI de pressão e volume de aproximadamente 19 litros (5 US Gallons).
Radler ou Shandy Bebida alcoólica preparada com cerveja. Geralmente é uma mistura de cerveja com limonada ou refrigerante do tipo cola ou laranja ou limão. Existem vários outros nomes para esse tipo de bebida (Panaché, Diesel), mas os mais comuns são Radler, na Alemanha, e Shandy, nos países de língua inglesa.
Retrogosto (aftertaste) Sensação que permanece após a degustação e a ingestão da cerveja.
Seasonal Beers ervejas sazonais fabricadas por períodos curtos, geralmente durante uma estação do ano, ou mesmo para celebrar uma ocasião ou data especial, neste caso chamadas de Festbier.
Session Beer Cervejas de baixo teor alcoólico e de leve sabor, produzidas para poderem ser consumidas em grande quantidade.
Sommelier Palavra de origem francesa para o profissional de bebidas (cervejas ou vinhos) em bares, restaurantes, loja ou importadora de bebidas.
SRM Abreviação para “Standard Reference Method” (https://en.wikipedia.org/wiki/Standard_Reference_Method), unidade de medida para classificação de cor das cervejas, a paleta varia de 2 a 40.
Tap Beer Cerveja na pressão ou na torneira, o nosso chopp. Ver On Tap
Tap Room Bar situado dentro ou anexo às instalações da cervejaria, no qual são servidos seus produtos aos visitantes. Daí a expressão “cervejas on-tap”.
Textura Sensação tátil (densidade, viscosidade) da cerveja. Ex.: baixo corpo, cremosa, espumosa, carbonatada, encorpada, aveludada etc.
Trub Produto proveniente da sedimentação de resíduos de lúpulo, malte e outros produtos após o processo de fervura do mosto cervejeiro.

Compre online em http://www.cervejariavirtual.com.br

 

 

 

 

 

 

Texto adaptado. Leia o artigo completo em http://bit.ly/2dHRN2e

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s