Saiba mais sobre o estilo Imperial IPA

A Imperial IPA (India Pale Ale) ou Double IPA, é, em sua essência, uma versão “forte” das tradicionais IPAs. É uma inovação americana recente, que reflete a vontade dos cervejeiros artesanais americanos de ir além para satisfazer o desejo dos aficionados em lúpulo com produtos cada vez mais intensos.

O adjetivo “Imperial” é arbitrário e implica simplesmente em uma versão mais forte de IPA; “double”, “extra”, “extreme” ou qualquer outra variedade de adjetivos é igualmente válida.

Acredita-se que teve a sua origem no Festival de Cerveja de Oregon, nos EUA, em 1996. É ligeiramente mais escura que uma IPA, devido ao uso de malte em maiores quantidades pela necessidade de equilibrar a cerveja que possui, em geral, quantidades quase absurdas de lúpulo. O que lhe dá um caráter amargo e refrescante, fatores que ajudam a encobrir o volume de álcool que pode variar entre 7,5% e 10%.

Segundo o Beer Judge Certification Program (BJCP), uma Imperia10440198_985880331428729_3239271338617483895_nl IPA deve ter aroma de proeminente a intenso de lúpulo derivado de variedades americanas, inglesas e/ou nobres. A maioria das versões passa por dry-hopping (já falamos um pouco desse processo aqui: http://bit.ly/2aqyFoi) e pode ter aroma resinoso ou gramíneo, ainda que este aspecto não seja absolutamente requerido. Algum dulçor maltoso limpo pode ser encontrado em segundo plano. Frutosidade, proveniente dos ésteres ou do lúpulo, pode também ser detectada em algumas versões.

Deve ter sabor forte e complexo de lúpulo, que pode refletir variedades americanas, inglesas e/ou nobres. Amargor de alto a absurdamente alto de lúpulo, com suporte do malte contra o forte caráter de lúpulo para prover melhor equilíbrio. O sabor de malte deve ser de baixo a médio, sendo geralmente limpo e maltoso, ainda que algum sabor de caramelo ou tostado seja aceitável em níveis baixos. Sem diacetil. Frutosidade baixa é aceitável, mas não requerida. Um longo e persistente amargor é normalmente presente no retrogosto, mas não deve ser áspero. Final de médio-seco a seco. Um sabor de álcool limpo e suave está normalmente presente.

A sensação na boca deve ser macia, com corpo de médio-leve a médio. Sem adstringência áspera derivada do lúpulo, ainda que uma carbonatação de moderada a médio-alta possa combinar para causar uma sensação geral seca na presença do dulçor do malte. Suave calor alcoólico.

Impressão Geral

Uma Pale Ale intensamente lupulada e muito forte sem a grande maltosidade e/ou profundidade de sabores de malte de uma American Barleywine. Fortemente lupulada, mas limpa, sem aspereza, um tributo para as IPAs históricas. A drinkability é uma característica importante; esta não deve ser uma cerveja pesada que deva ser bebida devagar. Também não deve ter muito dulçor residual ou caráter forte do perfil de grãos.

Ingredientes: Malte pale ale (bem modificado e adequado para infusão simples); pode utilizar uma complexa variedade de lúpulos (inglês, americano, nobre). Levedura americana que pode prover um perfil limpo ou levemente frutado. Geralmente puro malte, mas com infusão em temperaturas mais baixas para obter maior atenuação. O caráter da água varia de mole a moderada em sulfatos.

Estatísticas: OG: 1,070 – 1,090 IBUs: 60 – 120 FG: 1,010 – 1,020 SRM: 8 – 15 ABV: 7,5 – 10%.

 

Experimente esse e outros estilos em www.cervejariavirtual.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s